Touring Club : transponibilidade e direito à cidade

Cecília Gomes de Sá

Touring-Maquete

Nessa semana teve início uma nova discussão sobre a antiga sede do Touring Club de Brasília, projeto do arquiteto Oscar Niemeyer. Após ser leiloado pelo poder público, o edifício, que é tombado, foi alugado a uma igreja que, segundo matérias no jornal Correio Braziliense e publicação na rede social de Maria Elisa Costa, filha de Lucio Costa, estaria descaracterizando a arquitetura original e o uso previsto. O prédio, que fica na Plataforma da Rodoviária, foi projetado para abrigar uma casa de chás avarandada, mas houve uma mudança de programa e em 1963 foi construído como um “centro de serviços culturais e turísticos”  do clube de automóveis ver reprodução da Revista Módulo, n.30 abaixo. No piso inferior havia uma estação de reparos, manutenção e abastecimento, como é costume nesse tipo de atividade. Após o fechamento do Touring Club, o local já passou por diversas atividades, entre elas, exposição de decoração, posto de gasolina, posto policial e agora anexo da Rodoviária de Brasília.

Continue lendo

Anúncios