Sverre Fehn – 1924-2009

fehn-01Falece, aos 84 anos, o arquiteto norueguês Sverre Fehn

Faleceu no dia 23 de fevereiro último o arquiteto norueguês Sverre Fehn, ganhador do Prêmio Pritzker em 1997 e autor de diversas obras significativas da arquitetura mundial.

Nascido em 1924 em Oslo, Fehn formou-se logo após a Segunda Grande Guerra. A partir da influência original de Arne Korsmo, o arquiteto traçou seu próprio caminho ao sensibilizar-se com a arquitetura vernacular do Marrocos em viagem realizada no início da década de 1950. Em seguida, o jovem norueguês trabalhou no escritório de Jean Prouvé em Paris. Retornando a seu país, Fehn fundou com outros sete colegas o Grupo de Arquitetos Progressistas de Oslo PAGON. O Lar da Terceira Idade de Økern, em Oslo (1952-1955), foi obra marcante desse período.

Museu de Hedmark, Hamar, Noruega (Sverre Fehn, 1967) - Foto- Jensens (Wikimedia Commons)O reconhecimento internacional teve início com o projeto para o Pavilhão Nórdico da Exposição Internacional de Bruxelas (1956-1958), sedimentando-se no Pavilhão Norueguês da Bienal de Veneza (1962). Ainda na década de 1960, projetou o Museu de Hedmark, em Hamar, na Noruega – marcante pela apropriação inteligente de uma construção preexistente e pela consequente reinterpretação moderna de elementos compositivos tradicionais nórdicos. Este tipo de estratégia passou a ser uma constante a partir de então na obra de Sverre Fehn, concretizando-se em obras significativas como o Museu Norueguês dos Glaciares, em Fjærland (1991).

Sverre Fehn foi ainda professor na Escola de Arquitetura de Oslo (1975-1995) e responsável pela concepção e montagem de diversas exposições históricas e artísticas. Dentre as suas obras mais recentes está o Museu Nacional de Arquitetura da Noruega, em Oslo (2007).

algumas obras

  • Lar da Terceira Idade de Økern (Oslo, Noruega, 1952)
  • Pavilhão Norueguês da Exposição Mundial (Bruxelas, Bélgica, 1958)
  • Pavilhão Nórdico da Bienal de Veneza(Veneza, Itália, 1962)
  • Museu de Hedmark (Hamar, Noruega, 1967)
  • Escola de Deficientes Auditivos de Skådalen (Oslo, Noruega)
  • Villa Busk (Bamble, Noruega, 1990)
  • Museu Norueguês dos Glaciares (Fjærland, Noruega, 1991)
  • Centro Aukrust (Alvdal, Noruega, 1996)
  • Centro Ivar Aasen (Ørsta, Noruega, 2000)
  • Museu Norueguês da Fotografia (Horten, Noruega, 2001)
  • Museu Norueguês de Arquitectura (Oslo, Noruega, 2007)

Com informações de Plataforma Arquitectura e da Embaixada Real da Noruega

[esta notícia é uma parceria com a revista mdc]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: